UM PASSO APÓS O OUTRO
NOTA "10" 

Perseguindo a excelência. 

"Não consigo aceitar NÃO TENTAR". 

"Um passo após o outro. Não Consigo ver outra forma de alcançar qualquer objetivo". 

Sempre tive como meta final fazer o melhor, mas em tudo, um passo após o outro. Esse é o motivo porque não tive medo de ir para a Universidade da Carolina do Norte, após o colegial. 

Todos me diziam que não deveria ir porque não seria capaz de jogar naquele nível. Diziam que eu deveria ir para a Academia da Força Aérea, porque assim teria um emprego quando terminasse a faculdade. Todos tinham uma “agenda” diferente para mim, mas eu tinha a minha própria. 

Eu sempre fixei objetivos de curto prazo. Quando olhava para trás, cada um desses passos ou sucessos me levava ao próximo. Quando fui cortado do time no 1o ano colegial, eu aprendi uma coisa. Eu aprendi que nunca mais queria me sentir tão mal. Eu não queria sentir aquele gosto na minha boca, nem mesmo aquele buraco no meu estômago. 

Então, fixei o objetivo de me tornar um titular do time. Foi isso que eu mirei durante todo o verão. Quando eu treinava, era nisso que eu pensava. 

Quando aconteceu, eu me coloquei um novo objetivo razoável, viável, que eu pudesse realmente atingir se trabalhasse suficientemente duro.

A cada momento eu visualizava onde eu queria estar, qual tipo de jogador queria me tornar. 

Eu acho que eu encarava tudo sempre com um objetivo final. Eu sabia exatamente onde queria ir e “visualizava” este lugar para atingi-lo. 

Quando atingia essas metas, elas próprias construíam uma outra. Eu ganhava um pouco de confiança cada vez que conseguia isso. E assim eu construí a confiança para poder competir na Universidade da Carolina do Norte. Era tudo “mental”, psicológico para mim. E nunca escrevi nada, eu simplesmente me concentrava no próximo passo. 

Eu acho que eu poderia usar essa forma de “encarar”as coisas para tudo que eu escolhesse fazer. Não é diferente para alguém que tenha como objetivo final tornar-se um médico. Se é esse o objetivo e você está tirando “C” em Biologia, então a primeira coisa a fazer é começar a tirar “B”e então “A”. Você tem que aperfeiçoar o primeiro passo e então passar à Química ou Física. 

Dê pequenos passos. De outra forma, você estará vulnerável às frustrações. 

De onde viria sua confiança se a única referência de sucesso é se formar um médico? Se você tentar, o máximo que pode é não se formar um médico. Isso significará um fracasso? Claro que não. Todos esses pequenos passos são como peças de um quebra-cabeças. Todos somados formarão um quadro ou desenho. 

Se o quadro está completo, então você atingiu seu objetivo. Se não, não se deprima. Se você fez o seu melhor, então você terá feito algumas conquistas pelo caminho. Nem todo mundo conseguirá o “quadro” completo. Nem todos serão o melhor vendedor ou jogador de basquete do mundo. Mas você ainda pode ser considerado um sucesso. É por isso que sempre fixei objetivos de curto prazo. Não importa se é golfe, basquete, negócios, família, ou um beisebol, eu estabeleço metas realísticas e me concentro nelas. Eu pergunto, eu leio, eu escuto. 
Eu fiz a mesma coisa quando fui jogar beisebol. Eu não tenho medo de perguntar a alguém qualquer coisa que eu não saiba. Por que deveria ter medo? 

Estou tentando chegar a algum lugar. Ajudem-me, deem-me orientação. 

Nada de errado com isso. 

Um passo após o outro, não conheço outro caminho para se conquistar algo. 

Nós temos a inteligência e a vontade.

A inteligência é muito importante. É ela que nos dá capacidade de perceber, de distinguir, de separar, de aprender. Mas, quem nos faz caminhar e vencer, é a vontade. 

Na prática, precisamos associar inteligência e vontade. Para vencermos os desafios de nosso dia a dia, precisamos querer, desejar. É a vontade que nos leva à ação!!!! 

Nós precisamos querer nos atualizar, aprender, evoluir, estar “up to date” com o mundo!!!! Para vencer a preguiça, o comodismo e a estagnação, precisamos de nossa VONTADE. 

É a nossa vontade que nos faz ler, que nos leva a querer aprender novas coisas, fazer novos cursos, explorar novos universos. 

Você precisa usar sua vontade. Precisa QUERER, FAZER. Arrisque-se. Não deixe de agir pelo medo de errar. Errar e acertar fazem parte do processo e por mais incrível ou chato que pareça, é através dos erros que mais aprendemos. 

Lute para conseguir. Tenha VONTADE DE VENCER . É assim que conseguimos vencer os desafios. 

Maria Tereza Gomes Basile


Um passo após o outro,
não conheço outro caminho para se conquistar algo.
 



 

             Resultado de imagem para icone google mais        

 
 



TEL: 3022-2263 3022-2264
Basile Estudo Orientado - Aulas ParticularesAULAS PARTICULARES VESTIBULAR VESTIBULINHO ESTUDO ORIENTADOREDAÇÃOORIENTAÇÃO PROFISSIONALCOACHING PSICOPEDAGÓGICO E EDUCACIONALDEPOIMENTOS DE PAIS E ALUNOSPSICOPEDAGOGIADICAS e ARTIGOSBLOGALUGUEL DE SALAS