Sugestões e dicas de leitura
RSS
 Sugestões e dicas de leitura
Martin Gayford fala de seu livro monumental sobre Michelangelo
2015/09/12 15:27:43
O escultor e pintor renascentista Michelangelo Buonarroti (1475-1564) não era das pessoas mais agradáveis de Florença. Seus contemporâneos, como o prior da igreja de San Lorenzo, Giovan Battista Figiovanni, amigo e protetor, dizia que nem mesmo a paciência de Jó seria suficiente para aguentar o homem. Contudo, um acadêmico inglês, o professor Martin Gayford, de 63 anos, não contente com as toneladas de papel já gastas para explicar a difícil personalidade do criador do Davi - a mais conhecida escultura da Renascença italiana - resolveu, como diz, “aumentar os Alpes Apuanos dos estudos já existentes sobre Michelangelo”, fazendo da mulher Josephine sua primeira leitora e do filho Tom o compilador da bibliografia monumental (754 págs.) que acompanha a biografia Michelangelo - Uma Vida Épica, lançada pela editora Cosac Naify.


Madona de Manchester, c.1496, têmpera sobre madeira, inacabada, de Michelangelo, hoje na National Gallery de Londres

MICHELANGELO - UMA VIDA ÉPICA

Autor: Martin Gayford

Tradução: Donaldson Garschagen e Renata Guerra

Editora: Cosac Naify (750 págs., R$ 129,90).

Nas livrarias a partir do dia 21/9

 

 

TRECHO

 

"Para Michelangelo, os 'muitos dias' que passou foragido da casa do prior Figiovanni devem ter sido terríveis: à espera de que batessem à porta, ali ouvia notícias sobre prisões, torturas e execuções a amigos e colegas. Contudo (...) o papa não desejava que o mestre fosse morto ou submetido a maus-tratos.”

Detalhe de nu ao lado de Separação das Terras e das Águas, teto da Capela Sistina, Roma, pintado por Michelangelo



Sepulcro de Giuliano de Medici, duque de Nemours, 1524-34, mármore, igreja de San Lorenzo, Florença, esculpido por Michelangelo

Pietà, 1498-1500, mármore, basílica de São Pedro, Vaticano, considerada a obra-prima de Michelangelo ao lado de Davi, escultura que está em Florença



Davi, 1501-04, mármore, escultura gigantesca de Michelangelo com mais de 5 metros de altura, que está na Galleria dell'Accademia, Florença. 

fonte: Jornal Estadão - O Estado de São Paulo
Disciplina em que medida?
2015/09/09 20:46:14

Disciplina em que medida?

Muita liberdade, pouco limite. A falta de disciplina em casa e na escola faz o País assistir a casos como o da estudante gaúcha que se juntou a duas irmãs para espancar uma jovem professora que a contrariou. Rédea curta, rédea solta, rédea nenhuma. Para que lado pende a autoridade? A insegurança dos pais ao educar ainda persiste, mas cresce o número dos que depreendem que a falta de limites e a superproteção comprometem a formação dos filhos", diz a filósofa Tania Zagury. Autora de "O professor Refém", ela acredita, porém que o problema tem se agravado porque, também na escola essa visão equivocada encontrou espaço. Nem por isso a pesquisadora dá aval a escolas públicas capitaneadas pela Polícia Militar, que tem se espalhado pelo Brasil. " Veremos crescer o quantitativo dos que defenderão a militarização primeiro nas escolas, depois na sociedade." A saída de emergência, afirma, é devolver a autoridade no ensino a quem de direito: os docentes. E cobrar dos pais menos hesitação no seu papel de geradores de ética. "Hoje, é mais fácil exigir que a instituição mude que botar limite nos filhos.

Fonte : O Estado de São Paulo
domingo, 23 de agosto
Leia reportagem na Pág. 2

Basile Estudo Orientado - Aulas Particulares
http://m.basileestudoorientado.com.br
http://basileestudoorientado.com.br/
3022 -2263 e 3022-2264

2 Total de ítens

<< [[Components/Common_:_backToHome]]



TEL: 3022-2263 3022-2264
Basile Estudo Orientado - Aulas ParticularesAULAS PARTICULARES VESTIBULAR VESTIBULINHO ESTUDO ORIENTADOREDAÇÃOORIENTAÇÃO PROFISSIONALCOACHING PSICOPEDAGÓGICO E EDUCACIONALDEPOIMENTOS DE PAIS E ALUNOSPSICOPEDAGOGIADICAS e ARTIGOSBLOGALUGUEL DE SALAS